quarta-feira, 8 de maio de 2013

Saia Assimétrica


Posso morrer de amores por uma peça que eu não uso??
 

 



 

Nunca tive o hábito de usar saias, talvez porque quando eu era criança vivia andando de bicicleta, brincando na rua e por isso o shorts era a melhor opção. Depois, na adolescência, eu fiquei bem gordinha e daí que “gordo não podia usar nada”... affff.... tudo que eu achava bonito “era bonito só em gente magra”.

Como esse tipo de comentário pode deixar sequelas para o resto da vida, não é mesmo? Fiquei tão traumatizada com isso que mais tarde, lá pelos 20 anos, emagreci um monte (48 kg em 1,64m) e mesmo assim me achava gorda. Até hoje tenho muitos medos ao me vestir. Tenho receio de brincar com as roupas, sempre fico pensando se aquele look fica bom mesmo para o meu tipo físico e sempre acho que ele fica muito melhor em pessoas mais magras (algum psicólogo aí pra me ajudar????... ahahahahah).

E isso que eu adoro moda!!! Estou sempre pesquisando tendências, acompanhando as novidades, sou bem “antenada” nesses assuntos.

Mas graças a Deus que hoje isso está mudando. O preconceito com os mais cheinhos ainda existe, mas já melhorou muito. Temos uma gama do mercado que está olhando para essas pessoas que vestem acima do 42 e que criam roupas bonitas, modernas e que valorizam as curvas.

Mesmo assim quer me ver braba é falar mal de gordo perto de mim.... CALA A BOCA!! Você não sabe se a gordura é por problema hormonal, psicológico, se é por genética.. e se a pessoa gosta de ser assim? Não falem mal dos gordinhos perto de mim se não quiserem criar uma antipatia... #ficaadica

Mas vamos voltar ao assunto inicial, as saias. Meninas estou apaixonada pelas saias assimétricas. É muita paixão por algo que eu nem uso, mas me aguardem, isso vai mudar!!! #objetivos2013

 

 








 
Deixam o look super moderno, não é mesmo? Dá uma quebrada naquela coisa certinha, retinha. Amei muito!!! E vocês?
 
 
 
 
 

 

 

4 comentários:

  1. Eu também sofri muito bullying por ser gordinha. Na época não tinha esse nome, mas o efeito é o mesmo. E agora lendo teu post me dei conta disso que muitos dos meus medos atuais vem lá de trás, comentários que pareciam inocentes.
    Gostei de você ter tocado nesse assunto no blog e acho que poderia ter mais posts sobre esses assuntos.

    Beijinhos - Paula

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim Paula, ainda bem que hoje as pessoas estão mais atentas a essa questão.

      Bjoo

      Excluir
  2. Isso aí Marcieli, tenho nojo de gente que fica se referindo as pessoas como - aquela gorda - ou - aquele gordo. Vão se enxergar! Como se ser magro fosse garantia de alguma coisa nesse mundo.
    Aproveitando tá muito bom o teu blog, cada dia melhor!!
    Bjsssss Mariana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mariana, que bom que gosta do meu blog. Fico bem feliz quando recebo esse retorno.

      Bjoo

      Excluir